Home page

Contact us

 

 

 

1.   01 Model:  PU_ITTOF
Software centralizado para o controle e planejamento da produção em tempo real  (ESCRITÓRIO
)

Os objetivos alcançados em nível de escritório são:

  1. É feita uma troca dinâmica de informações entre a fábrica e o escritório de modo que o sistema é mais flexível e mais próximo das exigências da produção:

·        O escritório de planejamento é informado em tempo real sobre dados de produção.

·        Qualquer mudança nos pedidos é imediatamente mostrada no chão de fábrica, avisando sobre o momento certo para troca de moldes.

  1. É mostrado em tempo real o avanço e o estado da produção para cada volta de cada uma das rotativas.  O software dinamicamente atualiza os dados levando em consideração as voltas em que um molde não produziu seja por manutenção seja por rejeitos. Gráficos são mostrados para cada rotativa onde é mostrado o número de solas produzidas e o número de solas que faltam serem produzidas.
  2. É criado um arquivo de dados de produção para cada rotativa e para todas as rotativas.

Esta parte do software permite  verificar os seguintes dados:

    1. Número REAL de solados produzidos (não são deduzidos da quantidade de voltas da máquina, mas contados pé a pé).
    2. Data, hora e volta em que um molde entrou em produção.
    3. Data, hora e volta em que o molde saiu de produção.
    4. A quantidade produzida em cada turno são gravadas e mostradas.
    5. A hora em que a rotativa foi parada é gravada e mostrada.
    6. A eficiência de cada turno é calculada e mostrada.
    7. É possível extrair gravações de acordo com condições particulares ( modelo, tamanho, data de produção, material, etc.).
    8. O sistema verifica se os parâmetros de cada molde estão de acordo com os parâmetros guardados em um arquivo central.
    9. Todos os dados estão disponíveis in formato Microsoft ACESS (ou EXCEL).
 
 

       
 
  1. Para cada máquina rotativa é apresentado um gráfico que mostra a distribuição dos materiais e das cores. Uma situação atualizada de cada pedido é mostrada, mesmo se o pedido esta distribuído em várias máquinas..
  2. É mostrado um gráfico no qual foram gravados a velocidade das máquinas durante as 24 horas do dia. Este gráfico previne que durante a noite a máquina seja parada por um certo tempo ( para descanso) e depois acelerada para obter a produção esperada. Deste gráfico pode ser visto SE e QUANDO foi parada a máquina rotativa ( por exemplo para trocar misturador).
  3. É fornecido um sistema de planejamento que gera uma lista dos moldes a serem trocados. Para cada rotativa e para cada estação os seguintes dados estarão disponíveis: número de solas a serem  produzidas, cor, material, em uma ordem que o operador nada mais tenha a fazer que trocar o molde, pois, todos os dados necessários para produzir o solado são conhecidos pelo sistema. Alguns destes dados vêm do digitalizador, outros (números de solas a serem produzidas cor e material) dependem do pedido do cliente, estando assim disponíveis no programa de planejamento.
  4. Os escritórios são supridos com instrumentos de software que permitem atualizar dinamicamente e automaticamente as datas de entrega, levando em conta atrasos  e rejeitos oriundos da produção.
  5. Os escritórios são auxiliados por instrumentos de software de modo  a organizar e programar a troca de moldes de acordo com os pedidos recebidos.

 

 

O PC que vai gerenciar este software será fornecido pelo CLIENTE. Este PC OBRIGATORIAMENTE tem de estar ligado a uma rede Ethernet LAN com todos os outros PC das rotativas. Esta rede é responsabilidade do CLIENTE.

  
 
       
 

1.     01Model:PU_ITTLAB

Sistema para aplicar Tecnologia da Informação(TI) em Laboratório (LABORATÓRIO).

 

Os objetivos alcançados usando Autec TI são os seguintes:

Todos os dados são mantidos em um arquivo central, que contém toda a informação necessária para a programação do equipamento. Os dados são  adicionados pelo gerente do laboratório antes dos moldes entrarem em produção. Deste modo é possível evitar erros de digitação e a perda de tempo quando o molde for substituído.

       É possível impor que os dados para a programação da rotativa NÃO POSSAM serem modificados no chão da fábrica, mas possam ser modificados pelo gerente do laboratório.

       Será instalado um PC, uma antena e um controle. Quando um novo molde é colocado em frente da antena, o gerente do laboratório digitaliza todos os parâmetros pertinentes aquele modelo em particular: modelo, número, peso total, peso parcial, ponto de início da injeção, ponto de fim da injeção, ponto decidido para o robô de extração atuar, a trajetória do pincel a ser seguida e assim por diante.

       Todos estes dados serão relacionados com o código do transponder do molde. O software da AUTEC se encarrega de transmitir estes dados  para os PCs das rotativas.

       As vantagens são as seguintes:

       Quando o operador colocar um molde novo na rotativa, o sistema vai automaticamente reconhecer o molde ( modelo, número, etc...) e todos os dados necessários para a produção (Peso, inicia aonde, termina aonde, velocidade, etc.- carregados em laboratório) serão transmitidos ao PC que controla a rotativa e a todos os robôs. Deste modo a operação de trocar moldes será feita rapidamente e sem erros.

A Autec fornece o software, os PCs serão fornecidos pelo CLIENTE. Todos os PC DEVEM estar conectados em uma rede  Ethernet com os outros PCs. A REDE é responsabilidade do CLIENTE.

 
 

 

 

 

3.   01 Model:  PU_ITTRT     
01 dispositivo para aplicar TI em uma máquina Rotativa (Chão de Fábrica) (CHÃO DE FÁBRICA).

 

Este dispositivo permite programar automaticamente os dados de moldagem na máquina rotativa (GUSBI). O sistema esta baseado em RFID (Identificação por Rádio Freqüência) em cada molde.

            O equipamento é composto por:

 

1          PAINEL DE CONTROLE

Este painel de controle tem o propósito de gerenciar a interface com o painel de controle da rotativa.

           

2          PC suprido pelo CLIENTE.

 

3          Sistema para identificação automática dos moldes que pode automaticamente programar os dados dos moldes no painel de controle  da rotativa. O software também detecta e mostra em tempo real os dados de produção.

O sistema inclui:

3.1-     01 Controlador para a antena.

3.2-     01 Antena para a detecção do transponder.

3.3-     Software que gerencia todo o sistema.

        

Cada vez que a rotativa apresenta uma nova estação em frente da antena, o software faz as seguintes atividades:

1.   Verifica se o código do “transponder” vindo da antena para aquela estação em particular é exatamente o mesmo que estava armazenado  naquela estação na volta anterior, se o código atual e o anterior são os mesmos nenhuma modificação é feita.

2.   SE os dois códigos são diferentes, o software pesquisa  os dados associados com o código do transponder recentemente lido.

3.   Se os dados associados com o código existem, e portanto o molde JÁ esteve em produção antes, todos os dados pertinentes, associados com aquela estação em particular, serão, então, transmitidos para a máquina que necessita ser reprogramada com este novo molde.

De modo   particular podem ser auto-programados:

·         Robôs para aplicação de desmoldante.

·         Robô para desmoldagem de solas de PU.

·         Dados relativos à máquina rotativa.

 

O  software permite mostrar, modificar e guardar os dados associados com cada molde.

 

 

 

CHÃO DE FÁBRICA

Os objetivos alcançados no chão de fábrica são: 

  1. Todas as operações que envolvem o operador de modo a programar os equipamentos são eliminadas. O operador não  deve digitar nadir, nem mesmo quando um molde é trocado: tudo é gerenciado pelo sistema integrado AUTEC.
  2. Todos os dados são guardados em um arquivo centralizado.

Todos os dados geométricos referentes as dimensões e forma do molde são detectadas usando um digitalizador “off line”. Estes dados são detectados antes do molde entrar em produção e são automaticamente transmitidos para todas as rotativas e todos os robôs. Deste modo o molde esta automaticamente programado mesmo na primeira vez em que entrar em produção, reduzindo a possibilidade de possíveis  erros.

Em  particular são automaticamente programados:

·      Painel de controle das rotativas  (GUSBI).

·      Robô de extração.

·      Robôs de aplicação de Desmoldante ( Ambos:  cavidade e tampa).

A parte terminal (ponta) do digitalizador é movido pelo operador no ponto cujas coordenadas ele quer detector. O operador pressiona um botão e as coordenadas X,Y,Z serão gravadas. Esta operação tem de ser repetida para todos os pontos que tenham de ser detectados.  

  1. A qualquer momento que o molde for colocado em uma rotativa, ele é automaticamente reconhecido devido a identificação por radio freqüência (RFID) e todos os dados de programação são automaticamente transmitidos a todos os equipamentos.
  2. Enquanto a rotativa (GUSBI) esta em produção, o sistema Autec automaticamente controla o se ângulo de cada porta-moldes é exatamente aquele esperado. Se o ângulo do porta-moldes foi mudado devido a exigências de produção, todas as trajetórias dos robôs serão re-calculadas pelo software da Autec e automaticamente transmitidas para todos os robôs. Ë também gravado a hora e o dia em que foi feita a modificação do ângulo de modo que se saiba qual o operador que foi responsável por esta mudança. O ângulo apropriado do porta-moldes é um fator muito importante para fazer/evitar rejeitos. Cada molde tem o sei particular e otimizado ângulo, esta é a razão pela qual é necessário detectar, monitorar e guardar estes dados. Deste modo esta informação permanece como propriedade da empresa e não de um operário “especial”.
  3. Uma mensagem irá aparecer na tela do PC mostrando ao operador qual o momemnto certo para trocar um molde. Esta mensagem aparece 5 voltas antes da volta na qual deve ser trocado o molde contém, ainda, informações sobre a estação, o molde que deve sair e o molde que deve entrar. Quando é o momento certo para substituir o molde, um sinal acústico (campainha) adverte o operador. O software da Autec verifica se o molde que acabou de entrar é exatamente aquele que foi planejado, caso contrário um aviso é mostrado.

Normalmente, até hoje, esta troca de moldes é gerenciada por um papel no qual estão escritas as informações  para a troca do molde. Este, atual sistema, tem a desvantagem de não ser atualizado dinamicamente de acordo com as voltas que o molde tem de produzir devido a manutenções e rejeitos. O software da Autec mostra ao operador responsável uma lista de trocas de moldes planejadas. Se um molde é removido da rotativa por manutenção, o sistema de identificação por radio freqüência detecta esta situação e o software automaticamente aumenta o número de voltas para que o molde seja removido. Os rejeitos são gerenciados de acordo com o seguinte procedimento: perto da rotativa esta instalado um botão que é pressionado para qualquer rejeito. O software automaticamente aumenta para aquela determinada estação o número de solas a serem produzidas.                  

  1. É criado um arquivo na qual estão automaticamente gravados certos dados relativos à produção: estes dados estão disponíveis para o pessoal de planejamento.

 

 

 

SOLUÇÃO AUTEC :

  1. Cada molde esta equipado com um transponder de radio freqüência.
  2. Uma antena é colocada próxima a rotativa de modo que quando o transponder entre na área de trabalho da antena, o código que esta dentro do transponder é lido e transmitido para um PC. O software que esta instalado, graças ao código de cada transponder, procura os dados pertinentes a cada molde em particular e automaticamente transmite os dados necessários para cada equipamento.

 

Mais precisamente o transponder tem as seguintes características:

·                É um dispositivo “somente leitura” constituído por um chip e uma bobina.

·                Não existe bateria ou pilha, de modo que o transponder é “para sempre”.

·                Quando o transponder entra na área de trabalho da antena, a antena por si própria cria um campo magnético que vai energizar o transponder, e o transponder ira responder com uma corrente de dados de 64 bits.

·                O número de identificação que esta dentro do transponder é exclusive e é impresso via laser durante o processo de fabricação. Não existe possibilidade da alteração deste código depois do momento de  fabricação.

·                O transponder pode trabalhar em temperaturas entre:  -35°C / +180 °C

·                É resistente a  PU, óleo, água, DMF, etc.

·                Pode ser facilmente fixado ao molde com um parafuso  M8 e resiste a batidas normais que um molde sofre durante o processo produtivo.

·                O transponder é inerte a rebarbas e/ ou babas que podem ficar coladas durante o processo produtivo.

·                A antena é colocada próxima a rotativa em uma posição que esta antes de todos os equipamentos que devem ser reprogramados em caso de troca de moldes..